segunda-feira, 12 de abril de 2010

Resenha: O que é um bom curso a distância?

MORAN, José Manuel. O que é um bom curso a distância?. Integração das Tecnologias na Educação. Série Salto para o Futuro, Secretaria de Educação a Distância. Brasília: Ministério da Educação, Seed, 2005. P.147-148.

Em seu artigo “O que é um bom curso a distância?”, Moran, apresenta e discute de forma simples e concisa os elementos primordiais para o ensino-aprendizagem de qualidade em ambientes virtuais. O processo de designer instrucional apresentado valoriza as relações humanas e a formação técnica e pedagógica dos profissionais envolvidos. Os recursos tecnológicos segundo o autor são importantes, mas não decisivos no sucesso de um curso EaD.

Ao relacionar experiências em sala de aula com as que acontecem em salas virtuais, Moran apresenta um bom curso como aquele onde docentes a atuam como provocadores do saber. Referindo-se aos educadores Moran diz que precisam ser:
...maduros, intelectual e emocionalmente, pessoas curiosas, entusiasmadas, abertas, que saibam motivar e dialogar. Pessoas com as quais valha a pena entrar em contato, porque vamos sair enriquecidos. O grande educador atrai não só pelas suas idéias, mas pelo contato pessoal. Há sempre algo surpreendente, diferente no que diz, nas relações que estabelece, na sua forma de olhar, na forma de comunicar-se, de agir

De outro lado, sabemos que o sucesso de um curso também depende dos alunos. Discentes curiosos e motivados facilitam o processo de aprendizagem e estimula o docente a inovar nos métodos e objetivos propostos. Como ressalta Moran no seguinte trecho: “Alunos curiosos e motivados facilitam enormemente o processo, estimulam as melhores qualidades do professor, tornam-se interlocutores lúcidos e parceiros de caminhada do professor-educador.”
A equipe de produção didática e técnica é quem molda o curso e desenha os caminhos que devem ser percorridos. No entanto, Moran enfatiza que o planejamento não deve ser engessado a ponto de impedir que professores, tutores e alunos personalizem e incrementem o curso de acordo com o andamento das aulas e curiosidade. Por outro lado um curso flexível não significa a utilização indiscriminada de aulas improvisadas e a perda de foco.
Os materiais disponibilizados nos AVAs também são foco da atenção de Moran que explica que em cursos virtuais, os materiais disponibilizados aos alunos como arquivos de texto, vídeo, áudio e animações, são fundamentais para aprofundamento teórico e prático, no entanto estes suplementos não podem estar restritos apenas ao AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem, escolhido pela instituição. É necessário apresentar outras fontes de pesquisa como sites governamentais, blogs e bibliotecas virtuais
Encerrando o artigo, Moran enfatiza a importância das relações e da afetividade nos cursos a distância. Um bom curso a distância é formado por profissionais, atenção pedagógica especial e alunos dispostos a aprender a aprender.

Marjorie Klich Nunes é Pedagoga Empresarial, pós-graduanda em Mídias na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e em Designer Instrucional para EaD Virtual pela Universidade Federal de Itajubá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
Participe deste blog! Deixe seu comentário, sugestão, elogio ou critica!
Ficarei muito feliz em receber seu comentário.
Abraços